26 de nov de 2011

Simples e quieto

Essa caricatura é de alguns anos atrás. Achava o desenho simples demais pra divulgar. Chegou a sair numa página de humor que eu editava num jornal em Piracicaba.

Só que a simplicidade caracterizava o personagem retratado. Então, não havia motivo pra esconder o trabalho.

O escondido, na banda mais famosa do mundo, era o cidadão ao lado. Somente com o fim da tal banda é que ele se impôs, ao jeito dele.

All Things Must Pass, álbum triplo em vinil, lançado em 1970, depois relançado como CD duplo décadas depois, colocou nos holofotes o cantor e compositor outrora discreto. Embora haja quem afirme que ele não foi nada tímido nos bastidores.

De qualquer forma, ele está eternizado na história da música mundial: George Harrison. E na minha modesta caricatura.

3 comentários:

Camilo Irineu Quartarollo disse...

Vou dar meu pitaco. Gostei dessa imagem sintética e garatujada, precisa + para saber que é o tal?
Abç
Camilo

Isa disse...

Cá estou de volta :)
Tentarei acompanhar mais agora ^^

Escutei um pouquinho de Beatles, mas não só o George =) Experimentarei :)

Beijos!

Carla Ceres disse...

Putz, que síntese! Tem muito da personalidade dele aí, Érico. Beijos!