30 de jul de 2011

Antologia tímida

Se você quer puxar papo com um tímido, pra ele cada rodada de perguntas é um interrogatório.

Afirmação interna de tímido: "Mundo, não me encha o saco".

O tímido nunca acha as palavras. Mas também nunca as procura.

O tímido não briga. Ele te fuzila com o olhar.

O tímido não tem só a cara fechada. Ele é fechado por inteiro.

O olhar do tímido não é visionário. Ele não olha pra frente jamais. Ora olha para o lado, ora para o chão.

O tímido tem comichão permanente. Ele vive se coçando.

O tímido detesta banana. Porque vive tropeçando em cascas de bananas imaginárias.

O tímido é o pior vendedor de si próprio.

O extrovertido dança na chuva, feito um Gene Kely. O tímido é o guarda que aborda o Gene Kely no fim da dança.

O tímido sempre acha que o mundo não é com ele.

O tímido tem olhar carente de viralata. Mas não mexe com ele, que ele vira um pitbull.

Por causa da timidez, eu não causo.

Eu não causo. Apenas conto causos.

Por não causar, fico sempre com as causas na mão.

Um comentário:

Carla Ceres disse...

Na qualidade de tímida, só posso dizer que concordo. Seus exageros são 110% verdade. Beijos!