1 de jul de 2009

Veias saltando

Impressionante como há gente irada nos blogs da vida. Constatei o fato ao escrever sobre a Banda Calypso, e nas postagens sobre desenhos e desenhistas. "Irada" no sentido literal, não no sentido adolescente. Se bem que a ira nos blogs costuma ser comum aos comentaristas e aos adolescentes. Espécimes parecidos, ou os mesmos.

Imagino uma reação a uma postagem, vinda desses espécimes abundantes na blogosfera. As veias saltando no pescoço. O hálito espumante de ódio animalesco. A vontade de trucidar quem passa por perto, inclusive o gato simês, o cachorro linguiça e a calopsita que escapou da gaiola. Os dedos de chumbo que quase esmagam o teclado do computador, e isso porque a pessoa nem aprendeu a escrever em máquina de datilografar. E o fígado azedo na hora de espremer o cérebro para achar a melhor (ou a pior) palavra para desautorizar definitivamente o blogueiro.

O escrevinhador ousou ironizar, sacanear, desestruturar o dia do pobre usuário da internet.

O passo seguinte será o golpe de estado, a tomada do poder e o encarceramento desses blogueiros atrevidos, subversivos, estraga-prazeres. Até que a conexão cai e a autoridade feminina da vez (mãe ou esposa) chama o menino revoltado para jantar. E o mundo do ser brutalizado pelos blogueiros desumanos cai (mas só até a próxima postagem...)

Nenhum comentário: