30 de out de 2012

Duda & Rangel

Momentos sublimes numa estadia rápida em terra paulistana
1 - Chegada ao local de um show, após intensa correria em metrôs e trens. E, no local do show, arquejante e esbaforido, a descoberta: o show aconteceu no dia anterior.
2 - Chegada a um hotel, após a correria toda. Em plena madrugada, na cozinha, tentativa de abrir uma embalagem de tempero de macarrão instantâneo com os dentes. Não conseguindo, nova tentativa de abertura da mesmíssima embalagem com uma faca do hotel. Uma faca sem dentes.
3 - Dia seguinte, numa grande livraria, seção infantil, mãe zelosa diz ao filho pequeno, naqueles espaços tipo casinha de árvore: "Pai e mãe não devem se divorciar".
4 - Saindo da livraria, um miado corta a atmosfera discreta do ambiente. Miado de um felino encoleirado. A dona do bicho teve a ideia de levar o animalzinho pra passear. Aflito, o bicho tentava se livrar da coleira, enquanto sua dona o deixava parado, pra esperar ele "acabar" de miar.

Momento REALMENTE sublime na mesma estadia rápida em terra paulistana
- Abraço nos amigos Anderson & Emerson Couto, que lançaram nesse sábado "A vida de jornalista como ela é". O livro é uma coletânea do blog Desilusões Perdidas, cujo "autor" é o jornalista Duda Rangel, personagem criado pelos irmãos.

(Por sinal, antes de chegar ao lançamento da obra, vi uma cena que escritor adora mas quase nunca vê: um leitor, no trem, lendo e rindo com o novo livro).

Um comentário:

Duda Rangel disse...

Boa, Érico. Agradeço muito a tua presença, que saiu de Pira para prestigiar o lançamento deste humilde livro. Grande abraço, Duda.