4 de set de 2009

Diálogos curtos para um longo feriadão

Meu irmão disse: "Volte a fazer personagens, diálogos". Eu respondi: "Já voltei". Ele perguntou: "Onde?" Eu respondi: "No Twitter, oras!"

A mulher: "Você não serve pra mim". O homem: "Nem você pra mim". Ela ficou brava: "Eu que dou a última palavra!" Ele riu por último.

No hospital, a filha: "O pai está nas últimas". O pai balbuciou: "Não deixei herança, haha". A filha resmungou: "Eu quero morrer!"

Ela: "Você não liga pra mim!" Ele: "Não tenho celular". Ela: "Não falei nesse sentido!" Ele: "Nós que somos um casal sem sentido..."

"Aquele cara é um gatão". "Tem espinha". "E aquele cara, mó musculoso?" "Feio". `"Pô, o que você quer?" "Detonar todo mundo, na cara dura".

Ela, para o amigo: "Eu não arrumo homem". Ele, compreensivo: "Você quer homem só pra arrumá-lo, amiga..."

Ele para a esposa: "Eu perco um tempão no trânsito!" Ela de saco cheio: "Também perde tempo reclamando".

Nenhum comentário: