12 de mar de 2015

Sem palavras


Um comentário:

Célia Rangel disse...

É assim que me sinto ultimamente assistindo às CPIs ...
Abraço.