12 de jan de 2011

Vinte anos. De carreira!

Há vinte anos, eu entrava na redação do Jornal de Piracicaba. Era o meu primeiro dia de trabalho como ilustrador do suplemento infantil.

Na ocasião, usava camisas estampadas com motivos havaianos e óculos redondos de aro roxo. De quebra, tinha quinze anos de idade, cabelos em desalinho e uma timidez incorrigível.

Vinte anos depois, cá estou no mesmo jornal, cobrindo férias do chargista oficial da empresa. Se antes eu era o mais novo entre colegas acima dos trinta, hoje talvez seja um dos mais velhos do departamento onde estou agora. Rodeado de garotos e garotas boa-pinta, a maioria com idade abaixo dos trinta do primeiro tempo.

Nessa nova estada no jornal, os cabelos disseram adeus, o vestuário adquiriu alguma sobriedade com camisas de cores únicas e escuras - único jeito de desviar a atenção para os quilos em excesso, todos alojados na barriga, infelizmente.

Não vou aqui falar o que fiz nesses vinte anos como cartunista, ilustrador, caricaturista, designer, professor de artes para crianças e adultos, editor e redator de jornais de humor, animador de internet... bem, agora é tarde, já falei.

Ter feito todas as coisas acima me deu, além dos inevitáveis trocados para a sobrevivência na selva, uma pá de gente interessante e amiga para o meu dia a dia profissional.

No fim das contas, é isso que importa em qualquer carreira: conhecer homens e mulheres de talento, sejam colegas de ofício ou não. Não há rede virtual que substitua o prazer dessa convivência ao vivo.

Aos que sempre batem cartão por aqui, um pedido: ergam seus brindes por mim. E com o perdão da rima infame... tim-tim!

Um comentário:

dandonota disse...

Fala Érico, poxa são 20 anos. É quase o que tenho de idade... hahahaha. Brincadeira.

Poxa, então quando vc entrou na redação há 20 anos já era adepto do estilo Restart. Brincadeira de novo...

Agora sem brincadeiras: parabéns pelo trabalho, pela trajetória e pelo talento!